Ansiedade de separação: Como identificar e Dicas

Ansiedade de separação: Como identificar e Dicas

Por Babysits, 5 minutos de leitura

Já se perguntou se o seu filho(a) tem ansiedade de separação ou como lidar com isso? Leia as nossas melhores dicas para entender como identificar e como agir abaixo!

O que é o transtorno de ansiedade de separação em crianças?

A ansiedade de separação em crianças se refere a quando uma criança se preocupa ou tem medo de ficar longe (ou separada) de sua família ou outros indivíduos com os quais tenham um bom relacionamento. Essa ansiedade pode surgir por vários motivos. A criança teme, por exemplo, que: * Algo ruim irá acontecer com sua família ou pessoas próximas * Eles irão se perder e não serão capazes de encontrarem sua família novamente * Eles serão abandonados * E mais!

Ansiedade em diversas formas não é incomum em crianças, porém os tipos e severidade podem variar vastamente. Em relação à ansiedade de separação especificamente, de acordo com Cedars Sinai, quase todas as crianças entre as idades de 18 meses e 3 anos tem ansiedade de separação e são "pegajosos" em algum grau.

A ansiedade de separação severa, ou transtorno de ansiedade de separação, contudo, pode ser séria e causar danos. Os sinais da ansiedade de separação como um transtorno aparecem mais comumente em crianças entre as idades de 7 e 11 anos de idade.

Como identificar a ansiedade de separação em crianças?

A ansiedade de separação pode se mostrar de várias maneiras. Estes são alguns dos sinais:

  • Ser extremamente pegajoso(a), mesmo em casa
  • Ter problemas ou se recusar a dormir sozinho(a)
  • Ter pesadelos sobre estar se separando da família de alguma forma
  • Se mostrar extremamente preocupado(a) com a segurança de um relacionamento próximo
  • Se mostrar extremamente preocupado(a) sobre se perder ou ser abandonado
  • Se mostrar extremamente preocupado(a) quando separado(a) da casa ou família
  • Se recusar a ir à escola
  • Medo ou relutância em ficar sozinho(a) de forma geral
  • Pânico ou birras quando separado(a) da família ou alguém próximo

A ansiedade de separação também pode aparecer em sinais ou sintomas físicos, como:

  • Músculos tensos ou doloridos
  • Frequente dor de estômago ou dores de cabeça, ou outras dores corporais

Lidando ou cuidando de uma criança com ansiedade de separação

Dependendo da gravidade da ansiedade e dos sintomas, existem algumas coisas que você pode fazer para ajudar as crianças com ansiedade de separação.

Crianças com ansiedade de separação

  • Converse com o(a) médico(a) da criança O médico será capaz de fornecer recomendações específicas, dependendo da gravidade e dos tipos de sintomas que seu filho está apresentando. Eles também podem ajudar a identificar se a ansiedade da criança é ou não grave e se é um sinal de transtorno de ansiedade de separação. Nesse caso, eles podem ajudar a recomendar outras terapias, tratamentos ou medicamentos.

  • Apoie seu filho(a) e ajude a tranquilizá-lo(a) Ajudar, apoiar e tranquilizar as crianças de todas as maneiras possíveis podem ajudar a diminuir a ansiedade de separação. Os terapeutas são mais indicados a fornecer dicas personalizadas sobre o apoio que você pode dar às crianças, mas pense em fazer coisas que os ajudem a se sentir mais confortáveis ou a aliviar a preocupação que eles sentem quando separados.

  • Tente entender a causa de sua ansiedade ou situações quando se sentirem ansiosos Uma forma de lidar com a ansiedade e apoiar o(a) seu filho(a) é tentar entender o por quê eles se sentem assim. Se você tiver um bom entendimento das razões pelas quais eles estão passando por isso, você se sentirá mais seguro(a) e informado(a) ao ajudar. Da mesma forma, se você reconhecer as situações nas quais as crianças se sentem mais ansiosas, você pode se preparar melhor e também ajudá-las a se prepararem antes da situação.

  • Certifique-se de que as pessoas na vida da criança estão cientes de sua ansiedade de separação Se seu filho está apresentando sinais de ansiedade de separação, é importante que outras pessoas importantes na vida da criança saibam disso. Por exemplo, babás, professores ou outros membros da família, que podem interagir com a criança com mais frequência, podem entender melhor por que a criança está reagindo daquela maneira e, potencialmente, como podem ajudar a aliviar sua ansiedade.


Resumindo, ajudar as crianças a superar a ansiedade da separação é um processo e será diferente em cada caso individual. Esperamos que este artigo ajude a lhe dar uma base sobre como você pode ajudar seu filho com ansiedade de separação! Procurando mais dicas para os pais? Confira nossas dicas para famílias!

Se você estiver procurando por cuidados infantis, certifique-se de verificar nossas babás.